Voltando a pedalar – Canelada outra vez

No dia 1º/08/2012, voltamos à Canelada porque adorei o percurso, com alguns single tracks, embora não tenha sido nada fácil. Além disso, queríamos corrigir o erro do final da trilha, quando o GPS surtou e nos perdemos.

Conforme contei no post anterior, essa trilha recebeu o nome de Canelada em razão do campo de Canelas de Ema por onde passa o maior single da trilha. Esta é a planta saudável, mas sem flor, porque não está no tempo da florada.

E abaixo o campo todo queimado, mas já se recuperando, provavelmente de incêndio no inverno passado. Aqui no DF as queimadas são muito comuns no inverno por causa da seca.

Qualquer faísca é devastadora! Infelizmente ainda não temos uma população consciente do perigo e do estrago causado por um toquinho de cigarro mal apagado ou por queimadas inocentes de restos de lixo ou de plantas mesmo no próprio terreno.

Melhoramos o nosso tempo e, dessa vez, não tive que empurrar na subida. Porém nos perdemos outra vez no final…

Precisamos descobrir o que está acontecendo com o GPS ou com o tracklog baixado. Porque num percurso pequeno e fechado é fácil encontrar o caminho de volta, mas precisamos estar certos de que o GPS não vai errar em um percurso mais complicado ou numa viagem de cicloturismo.

Veja na sequência, a trilha do Tororó que segue por um percurso aberto e bem mais longo que os anteriores.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*