Pedal Noturno DF

Bem, pensei, “não vai ser neste carnaval a viagem pelo Vale Europeu, mas vai ser no próximo”. Agora que já via sentido em pedalar, começamos a dar umas voltas pelas ruas e parques.
Descobrimos o Pedal Noturno, um grupo de ciclistas que se reúne para pedalar todas as noites, de segunda a sexta, às 20h30. O ponto de partida é o Gibão, no Parque da Cidade. Dali, cada dia eles fazem um roteiro diferente, uns mais fáceis outros mais difíceis. Interessante a política do grupo: todos devem pedalar juntos; se alguém tiver que parar por qualquer motivo, todos param e esperam. Um capitão puxa o grupo e outro fecha.

 2012-01-20_PNDF_006

Fomos conferir no dia 20 de janeiro de 2012. Achei muito boa a proposta! O grupo animado, respeitando as regras estabelecidas. Para o Eduardo foi um tédio, porque ele já tem preparo para um pedal mais forte. Como no Pedal Noturno todos pedalam juntos, o ritmo é definido pelo ciclista mais lento do grupo. Naquela noite, por incrível que pareça, o mais lento não era eu. Mas eu estava entre eles. Foi duro! Muito difícil pra mim, ainda com a bike pesadona, aro 24, com 8 velocidades… Se não fosse o Eduardo ter me empurrado nas subidas, eu não teria conseguido. Depois de um tempo, proibiram esse tipo de ajuda por causa dos riscos de acidente.

2012-01-20_PNDF_007

O percurso todo tinha 23 km. Voltamos com outro grupo menor antes do final porque eu já estava morta e vinha outra subida forte (na minha avaliação, é claro). Terminamos às 23h30.
O que ficou dessa noite foi que com a minha atual bicicleta não poderia acompanhar o grupo. Preferimos aguardar a compra de outra bike.
Enquanto isso continuamos o treinamento pelas ruas e parques da cidade.
Posteriormente, o Eduardo passou a entrar no trabalho às 7h, ou seja, tem que acordar cedo mesmo! Descartamos então o Pedal Noturno, considerando que às 23h50/meia-noite, quando o grupo encerra o pedal, a gente já tem que estar dormindo há muito tempo.

 

Sobre o Pedal Noturno:
http://www.pedalnoturnodf.com.br/

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*