Rede de dados e ligações na Itália – Chip Tim

Colle_2013-09-02_18h23m14

Como eu disse antes no post Roma – 10 km em sete horas, assim que chegamos em Roma procuramos uma loja para comprar um chip local. Nosso objetivo principal era ter a conexão com a Internet: uso de GPS, pesquisa de restaurantes, acesso ao e-mail e ao Facebook, uso do Skype.

PaperArtist_2013-09-03_14-04-16

Mas foi útil também para ligações locais. Ligamos e recebemos ligações de hotéis e de lojas. E quando aconteceu de eu e Eduardo nos separarmos por alguma razão, pudemos nos comunicar pelo celular em qualquer cidade que visitamos, pois na Itália há apenas um código de discagem para todo o país, ao contrário daqui, que tem um código DDD para cada estado ou região. Com o chip italiano, ligações para qualquer parte do país é considerada ligação local.

logo timNós não fizemos uma pesquisa para saber as vantagens de cada operadora na Itália. Então fomos direto à loja da Tim que é fácil de identificar, pois o logo é o mesmo do Brasil. Foi só apresentar o passaporte.

Cada chip custou 20 euros e o vendedor assegurou que seria mais que suficiente para os 23 dias que permaneceríamos lá.

A conexão em geral foi sempre muito boa. Em algumas estradas secundárias é que o sinal desaparecia.

Os créditos do chip da Tim que compramos em Roma deveriam durar pelo menos 20 dias. Duraram apenas 7. Foi em Colle di Val d’Elsa, na Toscana, que nossos créditos da Tim acabaram, 13 dias antes do previsto…

Procuramos uma revenda para adquirir mais créditos. Achamos numa banca, mas o vendedor não sabia explicar nada a respeito do estranho fenômeno de eles terem expirado tão rapidamente… A gente queria entender, uai! Então ele nos indicou uma loja que ficava, logo ali, em uma das esquinas da Piazza Arnolfo di Cambio.

Colle Tim

A loja vendia eletrônicos, aparelhos telefônicos e celulares, etc. e era parceira da Tim. 

Lá fomos atendidos pela Elizabeta, uma mulher muito ágil e determinada. Ela foi maravilhosa. Gastou um tempão até descobrir que foram ativadas nas nossas linhas várias “promoções” que descontavam uma coisinha aqui, outra acolá e tinham consumido todos os nossos créditos…

Colle_2013-09-02_19h27m56

Ficamos pasmos! Ou o vendedor de Roma foi muito desatencioso ou agiu de má fé. Pela indignação da Elizabeta, ela acredita na segunda opção, porque repetia, chateada, que não conseguia entender porque ele tinha feito aquilo… Para desativar as “promoções” seria preciso ligar para a Tim. Obviamente, não ia rolar uma comunicação entre nós e o atendente via telefone. Enquanto pensávamos no que fazer, percebemos, ela já estava resolvendo isso por nós. Ligou para a Tim e ficou um tempão entre gravações e atendimentos, pendurada em dois telefones, atendendo outros clientes também, até conseguir resolver tudo. Ela perdeu uma boa parte do almoço e “siesta” e olha que só íamos gastar lá uns poucos euros para recarregar os celulares. Bem, por conta dessa gracinha do vendedor de Roma, acabamos gastando o dobro do previsto com esse chip. Mas os 20 euros iniciais teriam sido um preço razoável em troca do conforto que tivemos.

Colle_2013-09-02_18h42m42

No dia seguinte, levamos umas flores como agradecimento pela gentileza da Elizabeta. Hoje em dia é difícil encontrar pessoas assim, dispostas a ajudar. A maioria dos vendedores não sabe de nada, não quer saber, muito menos se interessa pelos problemas dos clientes. Ficamos muito bem impressionados e gratos a ela.

Colle_2013-09-02_19h09m08

Fica a dica para quem quiser comprar chip na Itália: fique atento e deixe bem claro para o vendedor que não quer ativar nenhuma “promoção”.

Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?
Eu, o Senhor, esquadrinho o coração e provo os pensamentos; e isto para dar a cada um segundo os seus caminhos e segundo o fruto das suas ações.
Jeremias 17:9-10

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*