Viajando com bichinhos: quando quase tudo dá errado!

2015-03-05 Marie e Luna Vamos viajar web

Este ano, a Gol liberou pets de até 10kg (pet + container) na cabine. Então, para o nosso aniversário de casamento decidimos levar uma de nossas filhotas, a Luna, que é menorzinha e poderia passar no controle da Gol. É que ela fica bem confortável na casinha, fica de pé, dá uma volta com tranquilidade, mas bate a cabeça no teto. Nada que a atrapalhe. A Bianca e a Bia ficam completamente imóveis na mesma casinha… Não há chance para elas. A Marie, nossa gatinha, adora entrar na casinha, mas não gosta de viajar…

Marie quer viajar

Só a Luna mesmo poderia viajar com a gente. Então procurei uma pousada que aceitasse pets.

No site Roteiro Animal, há várias dicas de hotéis e pousadas no Brasil que aceitam bichinhos. Escolhemos uma pousada muito charmosa no Estado de São Paulo, mais próxima a Campinas. Fizemos a reserva com antecedência.

A ideia era pegar um voo para Campinas, mas a Gol não faz voo para lá. Então nosso voo foi para Guarulhos. Meu irmão foi nos levar ao aeroporto e ficou esperando até que a Luna passasse na “revista” pré-embarque. Ela não passou… a cabeça não pode encostar no teto de jeito nenhum!!!  🙁

Então meu bichinho voltou pra casa e seguimos sozinhos. Enviei um e-mail para a pousada, informando que ela não iria mais.

2016-08-29 Luna

Em Guarulhos, pegamos um carro alugado e seguimos viagem. No caminho resolvi ligar para a pousada, já que não haviam respondido minhas últimas mensagens. Ouvi a proprietária dizer que não estava me esperando, pois eu não tinha confirmado a reserva. COMO ASSIM???????????

A história foi a seguinte:

No dia 22/03/16, transferi 50% do valor das diárias para confirmação da reserva para o período de 30/05 a 03/06/2016.

No dia 27/04/16, entrei em contato com a pousada informando que me submeteria a uma cirurgia e que, dependendo da minha recuperação, não poderia viajar na data prevista. Como não encontrei nada sobre a política de cancelamento, pedi informações sobre isso para saber como proceder, caso não pudesse viajar. Recebi a seguinte resposta: “Não há devolução do adiantamento. No entanto, como uma gentileza e boa política com os nossos hóspedes, podemos postergar a sua reserva para outra data que lhe seja conveniente (desde que, de mesma duração e em um final de semana que não seja prolongado), até o final de agosto/2016.”

Fiquei chocada com essa política, visto que difere da maioria das pousadas que conheço. Mas, como não perguntei antes, tinha que me submeter. Não cancelei a reserva, nem escolhi outra data. Então eu me comportei direitinho para que a minha recuperação fosse a melhor possível. Eu sabia que ia conseguir! O médico me liberou e, na semana anterior à viagem, informei à pousada que estava tudo certo para a nossa ida. Não recebi resposta.

Mandei mensagem no dia anterior, dizendo do horário previsto para a nossa chegada. E do aeroporto, informando que a Luna não iria.

Ainda assim, já na estrada resolvi ligar para saber a razão do silêncio deles…

COMO ASSIM?????????

“A sua reserva não foi confirmada, mas claro que posso te receber. Vou correr para aprontar tudo para vocês, mas na quarta-feira vou ter que colocar vocês em outra pousada aqui perto, pois teremos um evento que fechou todos os quartos e não posso cancelar. Daí na quinta vocês voltam…”

Em que lugar do mundo o pagamento de 50% para confirmação da reserva não confirma a reserva???

Nós não aceitamos ter que sair da pousada. Você imagina entrar na pousada na segunda para sair na sexta e ter que desfazer e refazer malas 6 vezes??? Não é o nosso perfil de viagem.

Então ela disse que não poderia fazer nada. Que conversaria com alguém lá para ver se devolveria o adiantamento de 50%. E desligou o telefone. Foi bem seca, sem educação mesmo!

Ficamos estáticos! E agora??? Paramos na próxima cidade para decidir o que fazer. Nessa hora, agradeci à Deus a Luna não ter embarcado. Precisaríamos achar uma outra pousada que ainda por cima aceitasse pets. Infelizmente, esses lugares ainda não são muito comuns no Brasil.

Então a pousada ligou novamente amaciando a conversa anterior, fez um monte de propostas, mas mantendo a história de tirar a gente de lá na quarta para voltarmos na quinta… A “educação” dela ressurgiu das cinzas, mas a graça já tinha acabado. Não havia a menor possibilidade de irmos pra lá. Ficou acertado de devolverem o dinheiro.

Gente, foi uma sensação muito ruim. Um vazio, parecia que estávamos completamente perdidos. Então respiramos fundo, almoçamos e começamos a buscar outro lugar pelo TripAdvisor. Ora, estávamos numa região com muitas possibilidades. O único problema é que na última hora tudo fica mais caro.

Então me lembrei de uma pousada que eu queria conhecer, há uns 150km dali. Liguei e havia 2 chalés disponíveis! Reservei ‘de boca’ e disse que chegaríamos em umas 3 horas. Perguntei se eles queriam um depósito. Não foi necessário. Seguimos para Monte Verde, para a Provence Cottage & Bistrô.  Pagamos o dobro, mas tivemos dias de paz e comemoramos nosso aniversário deliciosamente!

Provence Cottage e Bistro

Querem saber do melhor??? Provence Cottage & Bistrô, aceita bichinhos!!! Ah, que pena que a Luna não embarcou… A gente viaja de carro da próxima vez, porque ela vai amar tudo por lá!

3 comentários sobre “Viajando com bichinhos: quando quase tudo dá errado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*