Queijo temperado

 Queijo Temperado

Minha tia Claudete faz queijos deliciosos na fazenda. Como eu tenho pouco acesso a eles e costumava comentar que não é possível comer um queijo bom em Brasília, um dia ela veio aqui em casa com todo o equipamento e me ensinou a fazer o meu queijo frescal! Nunca vai ser o queijo dela, visto que ela utiliza leite fresco, recém retirado da vaca e aqui só temos leite pasteurizado. Ainda assim, ficou muito bom!!!

A minha mãe, que também sabe fazer queijo, mas nunca tinha se dignado a me ensinar, inventou de incrementá-lo com alguns temperos. O queijo temperado que ela faz é sucesso certo entre a turma da cerveja gelada. Na verdade, o queijo faz sucesso entre qualquer turma e por isso é mais gostoso degustá-lo com “a turma”. É o mesmo queijo frescal, só que com umas gracinhas a mais.

Daqui uns dias vamos fazer um evento para reunir amigos de “primeiro grau” do Eduardo. Essa é uma turma que se reúne há muito tempo mesmo… he, he… vale a pena investir no queijo como um tira-gosto rápido e do tipo “acabou, acabou”. Isso porque vamos fazer um churrasco. Então vou fazer apenas um queijo que é pra abrir o apetite e deixar um gostinho de quero mais.

Como esse será o segundo queijo que fiz (o primeiro foi aquele frescal que minha tia Claudete fez comigo aqui em casa), preciso treinar. Estou fazendo isso agora mesmo. Quero levá-lo amanhã pra turma do trabalho dar o aval. Vai ser no seco. Sem cerveja, sem nada. No máximo um cafezinho… xii! Acho que não vai combinar por causa da pimenta. Mas alguém tem que experimentar, uai! Marido não vale, porque tudo ele fala que tá bom! Isso é bom, só que às vezes eu fico na dúvida.

Vamos à receita:

QUEIJO TEMPERADO DA CORDELIA

Ingredientes básicos:
4 litros de leite pasteurizado tipo C (de saquinho)
4 colheres de sopa rasas de sal
1 colher de sobremesa de coalho

Queijo Temperado

 

Temperos:
1/2 xícara de pimentão vermelho e amarelo picadinhos bem miudinhos
1/2 xícara de chá de azeitonas verdes picadinhas bem miudinhas
1 ou 2 pimenta dedo de moça vermelha picadinha bem muidinha e sem sementes

Despejar o leite em uma panela grande e levar ao fogo para amornar levemente. Não pode ferver de jeito nenhum! A temperatura deve estar como se tivesse acabado de sair do peito da vaca.
Colocar o coalho e o sal e mexer bem. Mexer muito bem!
Tampar a panela e deixar descansando sem mexer por umas 2 horas.
Coalhou?

Queijo Temperado
Quebrar tudo com uma colher ou faca, tampar e esquecer de novo por uns 30 minutos para separar o soro.

web IMG_8007
Depois desse tempo, ficará assim:

web IMG_8017

Sobre um escorredor de macarrão coloque uma fronha ou pano de chão (novos e lavados, né, gente; e separados só pra uso culinário), despejar a coalhada e deixar escorrer.

web IMG_8015 web IMG_8016 Queijo Temperado

Pressionar levemente o pano para escorrer o excesso inicial de soro.

Queijo Temperado

Depois deixar ele escorrer sozinho.

Queijo Temperado

O volume da massa vai diminuindo conforme o soro vai escorrendo.

Queijo Temperado Queijo temperado

Então retirar um pouco da massa e, com as mãos, espremer, espremer mais, espremer de novo que é pra ficar quase bem escorrido! Deixe só um pouco de umidade para facilitar a modelagem e o queijo não ficar seco. Então despejar a coalhada em uma bacia e misturar os temperos.

Colocar na forma apropriada para queijo, aos poucos, ajeitando bem, apertando com delicadeza, modelando a coalhada, espremendo com jeitinho, pois ainda vai escorrer um pouco de soro.

Queijo temperado web IMG_8049 web IMG_8051  http://erikahorst.com/queijo-temperado/

Quando estiver bem bonitinho, colocar um peso por cima (pode ser uma caçarola ou coisa parecida com água dentro para pesar) e deixar escorrer por mais umas 2 horas dentro da geladeira.

web IMG_8060
Servir com aquela cerveja bem gelada, com um bom vinho, com um suco gostoso ou com um café, uai. Fica bom!

Dicas:

  • A forma para o queijo pode ser encontrada em casas de agropecuária, lavoura. Há em vários tamanhos. Para 4 litros de leite uma forma de 10 cm de diâmetro é legal. A minha tem 15 cm de diâmetro; é um cano de pvc cortado e com uns furinhos feitos nas laterais para ajudar a escorrer o soro. Ganhei da minha tia Claudete.
  • O coalho também é vendido em casas de agropecuária. Preferimos o Ha-la.
  • O leite NÃO PODE SER longa vida (UTH). Tem que ser de saquinho. No entanto, nem todos dão certo para fazer queijo. A experiência com os leites Alvorada e Gostoso para o queijo não foram nada boas. O melhor para o queijo, em Brasília, é o Paracatu. Os do tipo A são perfeitos.
  • Colocar na geladeira, dentro de uma assadeira para evitar que o soro que ainda vai escorrer derrame. Eu coloco com uma inclinação razoável, para que o soro não fique debaixo do queijo.
  • Se não colocar os temperos, fica um frescal comum.

 Queijo Minas

Receita de Cordelia Carneiro Horst

Serve várias pessoas… aperitivo.

 

 

9 comentários sobre “Queijo temperado

  1. Amei! Tenho certeza de que todos aqui gostaram. Tanto que vou tentar fazê-lo, só que eu colocaria mais pimenta, porque assim o meu marido gostaria mais. Passarei a receita para outras pessoas, pois tenho certaza que elas também gostarão.

  2. indiscutivelmente maravilhoso, ao contrário de alguém que gostaria de mais pimenta, eu particularmente acho que o tempero está na medida exata, já pode produzir em larga escala, para comercializar, quem experimentar vai gostar, pois eu serei um grande cliente uaaaai.

  3. Olha, eu achei o máximo!!!!! Essa nossa amiga é demais!!! Muito prendada e uma e uma pessoa incrivel. Reforço os pedidos de quero mais!!!!! He,he,he!!!!
    Bjus!!!

  4. Que fina e deliciosa iguaria é este queijo temperado! De sabor picante e suave ao mesmo tempo, com gostinho de quero mais. Valeu!!!

    • Oi, Sirane! Os temperos são todos crus, mesmo. Não é necessário refogar.
      Espero que dê tudo certo. Depois me conta como ficou o seu queijo, tá?!
      Abraço,
      Erika

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*