Pipoca na Dieta

Pipoca microondas

O Max, meu nutricionista, colocou pipoca entre uma das opções do meu lanche da tarde. Achei o máximo, porque adoro pipoca! Só tinha um problema: detesto aquelas pipocas que vem no saquinho para microondas. Lá em casa faço na panela mesmo, com azeite ou manteiga. Ora, bolas, à tarde estou trabalhando e não lá não tem nenhum fogão para que eu estoure meu lanche, só microondas.

Foi aí que ouvi alguém dizer que estourava milho de pipoca natural no microondas. Deu super certo!!!

No entanto, eu confesso que quando o Max introduziu a pipoca na minha dieta, fiquei meio desconfiada… a ideia que a gente tem é que pipoca não tem nutrientes, que é uma dessas porcarias que a gente come com gosto, junto com refrigerante (nonsense!), fazendo de conta que não sabe o quanto faz mal, tipo batata chips e salgadinhos industrializados feitos de milho… Mas ele falou e confio nele.

Entrei de cabeça na pipoca, até que uma colega no trabalho, invejosa que só, questionou os valores nutricionais da pipoca (sempre tem alguém para questionar o que eu não estou querendo saber), fez piada com a dieta e meio que… depreciou a competência do meu nutricionista.  Eu tive que reagir, uai! Fui correndo investigar e descobri maravilhas a respeito da minha amada pipoca.

Um estudo recente da Universidade de Scranton, nos Estados Unidos concluiu que:

– a casca da pipoca, exatamente aquela que gruda entres os dentes e a gengiva tem mais de certos antioxidantes do que uma porção de frutas e verduras; ou seja, pipoca contra o envelhecimento precoce e o câncer, veja: “Apesar de grudenta, a casca da pipoca está cheia de atributos. Afinal, nela também estão doses generosas de fibras… que além de ajudar no funcionamento do intestino, tornam a digestão mais lenta, prolongando, assim, a sensação de barriga forrada – uma vantagem e tanto para quem quer derrubar o ponteiro da balança.” Viva o Max! Ou viva a Pipoca!!

– na parte fofa e branca da pipoca, há o amido resistente cujo consumo tem sido associado à redução do risco de tumores no intestino.

– se a parte fofinha, ao invés de branca ficar naturalmente amarela ou creme é sinal de que além de amido resistente, contém carotenóides.  “Essas substâncias também atuam como antioxidantes e, no corpo, são convertidas em vitamina A”. Essa transformação é ótima para o sistema imunológico e para os olhos, que ficam blindados contra degeneração macular relacionada à idade. 

Mas não vá achando que o sinal está verde para se entupir com a pipoca vendida no cinema ou a industrializada para microondas. Essas são justamente as que merecem estar no banco dos réus.”

(Leia o artigo completo em: Pipoca: um estouro em antioxidantes e fibras)

Não é o máximo? Como ??

Bem, numa pipoqueira com um pouco de azeite virgem ou manteiga (não use óleo nem margarina), todo mundo sabe como fazer.

A novidade para mim, foi o preparo no microondas:

Vamos à receita:

Escolha um pote de vidro refratário e coloque o milho de pipoca na seguinte proporção:

1 colher de sopa de milho de pipoca

1 colher de sopa de água

Sal a gosto

1 fio de azeite (opcional)

pipoca microondas

Observação: No meu pote coloco 5 colheres de milho. Se o seu pote for maior ou menor, ajuste a quantidade, mantendo a proporção da medida de 1 medida de milho x medida de água.

Modo de fazer

Depois de colocar todos os ingredientes no recipiente refratário escolhido, cubra o pote com aquela tampa  própria para evitar espirros. Se não tiver, cubra o pote com um plástico filme e faça furos com a ponta de uma faca para a saída de vapor.

Ajuste o seu microondas para  6 minutos. Geralmente não gasta todo esse tempo, mas você não pode correr o risco dele desligar sem finalizar o processo. Portanto, fique ao lado de ouvidos atentos. Quando os estouros começarem a diminuir já pode desligar. Não vai estourar tudo. Se deixar passar do tempo, a pipoca vai queimar.

A pipoca fica super sequinha! Eu gosto de colocar o fio azeite. Dá uma aromatizada. Experimente com e sem… O azeite não interfere no estouro do milho. Pode comer sem peso na consciência!

 

 

2 comentários sobre “Pipoca na Dieta

  1. Oi amiga, amo pipoca de panela, de microondas não. Só queria ressaltar que é bem necessário o fio de azeite ou um pouco de manteiga, porque pipoca sem nenhuma gordura não pega sal nem a pau. Eu tenho uma pipoqueira elétrica dessas importadas, faz uma pipoca ótima, mas não tem opção de por óleo ou manteiga e depois vc pode por o tanto de sal que for, a pipoca fica insossa. Acho que nesse caso do microondas deve acontecer o mesmo se não colocar um pouco de gordura. Bj

    • Amiga, essa receita que passei está correta. O fio de azeite é opcional. E não se preocupe; o sal pega sim. Mas tem que colocar antes de estourar, junto com o milho e a água. Assim, quem não puder ou não quiser usar o azeite vai ter uma pipoca deliciosa e salgadinha. Experimente! ☺

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*