Feijoada Light do Sábado

Esse ano, eu e Eduardo comemoramos nossos aniversários juntos. Seria num sábado, o clima prometia continuar relativamente fresco. Optamos por uma feijoada. Eu quis prepará-la pessoalmente, pois amo feijoada e nunca tinha feito uma. Então, sob a supervisão da dona Cordelia, fiz minha primeira feijoada. Não é um prato de fácil preparo, mas vale a pena a empreitada!

Feijoada

Ingredientes para 12 pessoas:

  •   1 kg de feijão preto
  •   ½ kg de cebola bolinha
  •   2 lingüiças calabresas picadas em rodelas
  •   2 paios picados em rodelas
  •   2 pés cortados em pedaços
  •   200 g de orelha
  •   250 g de lombo
  •   250 g de costela
  •   500 g de charque dianteiro (é mais macio que o traseiro)
  •   10 dentes de alho picados miudinhos
  •   Salsa e cebolinha a gosto (picadinhas)

ATENÇÃO: Prefira carnes defumadas. Dão mais sabor de feijoada à feijoada. Se não gostar de todas as carnes sugeridas, substitua por outras de sua preferência, de modo que a quantidade/peso fique similar ao estipulado na receita. Um pouco mais, um pouco menos não faz mal.

Modo de fazer:

Quarta-feira: à noite colocar as carnes salgadas (já picadas) de molho – pé, orelha, charque, costela e lombo. Trocar a água várias vezes ao dia até a sexta-feira, para tirar o sal quase completamente. Se for preciso colocar mais sal no final tem jeito. Se a feijoada ficar salgada… já era!

Sexta-feira: Desmarque todos os seus compromissos da manhã. Você deverá agora estar por conta da receita. Qualquer descuido a feijoada passa do ponto.

1ª Etapa:

Cate e lave o feijão. Não deixe o feijão de molho para não perder a cor.

Refogue metade do alho em pouco óleo e, em seguida, refogue o pé e a orelha. Só uma refogadinha.

Acrescente metade do feijão e acrescente água à panela até cobrir tudo mais dois dedos (até a metade da panela é o máximo).

Assim que pegar pressão, marque o tempo: 20 minutos.

Desligue o fogo e retire a pressão. Não aguarde ela sair sozinha.

Com cuidado (pressão) abra para mexer o feijão e verificar o cozimento das carnes. Se o pé e a orelha estiverem cozidos (deverão estar), retire-os da panela.

Mexa o feijão e prove. Normalmente o cozimento dos grãos do fundo é diferente dos que ficam por cima. Provavelmente terá que cozinhar mais um pouco.

Então agora coloque a calabresa e o paio e a metade da cebola junto com o feijão.

Assim que pegar pressão, marque o tempo: 10 minutos.

Verifique! Mesmo que pareça sem sal, não pense em sal ainda.

Feijão cozido! Reserve.

2ª Etapa:

Refogue o restante do alho em pouco óleo e, em seguida, coloque a costela, o lombo e o charque. Mexa, acrescente a outra metade do feijão e acrescente água até cobrir tudo mais dois dedos. Lembre-se de que a metade da panela é o máximo.

Assim que pegar pressão, marque o tempo: 15 minutos (essas carnes são mais macias, cozinham mais rápido)

Desligue o fogo e retire a pressão. Abra para mexer o feijão e verificar o cozimento das carnes. Se estiverem cozidas (deverão estar), retire-as da panela.

Mexa o feijão e prove. Alguns ainda não estão cozidos.

Então agora coloque a outra metade da cebola junto com o feijão.

Assim que pegar pressão, marque o tempo: 15 minutos.

Verifique! Feijão cozido! Misture com o feijão já cozido e reservado com todas as carnes para agregar sabor. Mesmo que pareça sem sal, não pense em sal ainda.

Aguarde esfriar e guarde a panela tampada na geladeira. Vai demorar. Pode colocar morno na geladeira.

ATENÇÃO: Os tempos estipulados são bem relativos. Dependem de variantes como:

– Tipo de feijão;

– Idade do porco;

– Panela de pressão: tamanho, conservação da borracha.

Portanto, é preciso ir verificando, porque cada caso é um caso. Melhor abrir a panela mais vezes e evitar que as carnes derretam de tão cozidas. Além disso, lembre-se de que amanhã a feijoada vai ferver mais para engrossar o caldo. As carnes vão continuar cozinhando, portanto, não as deixe passar do ponto hoje.

Sábado: Antes de aquecer a feijoada, retire toda a gordura que estará acumulada e solidificada na parte superior da panela. É isso que vai tornar a feijoada light.

Outro dia, fiz uma feijoada e não tinha nada de gordura para retirar. Isso foi porque as carnes que comprei estavam bem magras. Normalmente há bastante gordura para retirar. Seu fígado agradece! E seu paladar também!

Aqueça a feijoada. Verifique o caldo. Se necessário, coloque mais água e deixe ferver para engrossar. Nada de servir água rala!! O caldo já está grossinho? Agora é a hora de verificar e acertar o sal! Coloque a salsa e a cebolinha e sirva bem quente.

DICA: Faça com bastante caldo para que possa servir caldinho de feijão como aperitivo.

Acompanhamentos da feijoada:

– Couve cortada bem fininha: Refogue no azeite com alho picadinho.

– Farofa: Farofa de ovos ou cenoura não combina.Use só cebola picada e frita (até ficar marron/dourado – sem queimar). Com bacon também fica bom.

– Torresminho (toucinho da barriga): Pique o toucinho em pedaços pequenos e adicione um pouco de álcool no tempero na hora de fritar. Deixa o torresmo bem crocante. Há também torresmos prontos em açougues e supermercados. Nem sempre são bons. Deve-se experimentar antes de servir.

– Laranja: Descasque as laranjas retirando TODO o bagaço. Corte em rodelas ou no formato de sua preferência.

– Pimenta malagueta forte: Amasse a pimenta malagueta e misture com cebola picada e o caldo da feijoada. Sirva a parte.

– Limonada para crianças e adultos que não tomam bebidas alcoólicas. Evite refrigerantes, se puder, pois não agregam nenhum benefício à saúde.

– Caipirinha e cerveja gelada: Não podem faltar!

 

Receita de Cordelia Carneiro Horst

Serve 10 pessoas

 

 





			

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*