Displasia Coxofemoral na Flora – A Cirurgia

Conforme relatei em postagem anterior, a Flora é portadora de displasia coxofemoral. Quando descobrimos isso, consultamos os melhores especialistas em Brasília e a orientação de todos pode ser resumida nas palavras do Dr. Sandro Alex Stefanes:

“Atualmente a protese total de quadril constitui um dos mais efetivos tratamento para displasia coxofemoral. O resultado clínico funcional é muito satisfatório, devolvendo aos animais uma excelente qualidade de vida. Ao contrário das demais técnicas cirúrgicas aplicadas para displasia, a prótese de quadril elimina a progressão da doença, evitando recidivas clínicas. Hoje a técnica mais moderna de prótese de quadril é o uso de próteses não cimentadas. Estas são mais seguras e mais duradouras que as demais modalidades. Uma alternativa ao tratamento cirúrgico, muito efetiva no controle da dor e com bom resultado funcional é a aplicação de Shock Wave Terapia que tem apresentado resultados muito expressivos nos casos de displasia coxofemoral. A escolha do tratamento é individual e depende do grau da displasia, da condição clínica do paciente e da intenção do proprietário”.

Considerando a idade da Flora e o grau da doença fizemos a opção pela cirurgia. O problema era que ainda não havia médicos capacitados para esse tipo de cirurgia em Brasília. Então o Dr. Sandro conseguiu trazer um médico com a capacitação necessária, o Dr. Wanderley Severo, do Rio de Janeiro.

No dia 10 de junho de 2011 a Flora foi submetida à cirurgia de colocação de prótese no quadril direito que estava em piores condições. A cirurgia demorou por volta de 4 horas e foi realizada pelo Dr. Wanderley Severo, auxiliado pelo Dr. Sandro Alex Stefanes. Correu tudo bem. Foi retirada a cabeça do fêmur da perna direita e colocada uma prótese de titânio.

A Flora ficou internada 5 dias por causa da distância entre a clínica e nossa casa. Ela poderia ter ido pra casa com 2 dias, mas preferimos evitar o transporte tão cedo. Quando voltou pra casa ficou confinada, literalmente, num espaço de 1 metro quadrado. Ali dormia, bebia água e se alimentava. De manhã, na hora do almoço e à noite a levávamos ao jardim para fazer as suas necessidades, presa à guia, bem devagar, com muito cuidado para não passar por pisos molhados e escorregar. Assim foi por 30 dias. Era de matar de dó, porque ela não gosta de ficar sozinha, mas foi necessário o sacrifício para o sucesso na recuperação, pois o Dr. Sandro explicou que demora um tempo para o organismo fixar a prótese no osso. Somente ao final de 90 dias esse processo é concluído. Por essa razão, antes disso, qualquer trauma pode causar o deslocamento da prótese e a necessidade de outra cirurgia.

Depois de 30 dias, ela voltou a ficar conosco durante o tempo que estávamos em casa. Mas sempre presa à guia. Não podia ficar circulando. Já deu pra ela ficar um pouco mais feliz!

Passados cerca de 50 dias, o Dr. sandro a examinou novamente e ela foi liberada para fazer pequenas caminhadas na guia e ficar solta em locais onde não pudesse sair correndo ou pular.

Flora solta, sob supervisão, 53 dias depois da cirurgia

Somente depois de 90 dias, quando refizemos a radiografia e constatou-se que a prótese já estava bem firme é que a Flora voltou a ter vida normal. Mesmo assim não deverá mais fazer o agility de que ela gostava tanto.

São preferíveis atividades como natação, caminhadas e corridas bem leves para evitar o agravamento da displasia no quadril esquerdo.

O que não dá pra evitar são as perseguições às bolinhas, a paixão da Flora!

Segundo os médicos, o sucesso da cirurgia depende da colaboração do proprietário no pós operatório. Não foi fácil, não! O cuidado foi constante, o sacrifício enorme, principalmente por causa dos outros bichinhos. Além da Bia e da Bianca, nossas Lhasa Apso, havia os 7 fihotes da Bianca, crescendo e fazendo bagunça. Ela queria brincar, não estava sentindo dor, não entendia porque tinha que ficar presa… Enfim, fizemos a nossa parte e valeu a pena!

Em janeiro deste ano, percebemos que ela sentia dor e estava irritada… Ficamos apavorados, achando que poderia ser a perna esquerda reclamando… Mas logo ela foi diagnosticada com a Erliquiose, Doença do Carrapato, que dá muitas dores nas articulações. Quando ela ficou boa da Erliquiose, em fevereiro, foi feita outra radiografia para reavalição do posicionamento da prótese e a evolução da displasia na perna esquerda. O Dr. Sandro disse que a prótese estava perfeita e que não seria necessário qualquer procedimento na perna esquerda por enquanto. Ufa! Podíamos dormir em paz por mais um tempo…

No entanto, ela continua em observação constante para percebermos quando se cansa de brincar, como caminha ou corre, se está irritada, enfim qualquer coisa que indique piora na perna esquerda! Por enquanto está tudo bem  e estamos muito satisfeitos com a assistência que o Dr. Sandro nos tem dado.

A cirurgia da Flora foi a primeira desse porte em Brasília, mas depois dela outros 15 cães já foram operados da mesma forma, com os mesmos médicos e, a maioria, com resultados positivos. Brasília já dispõe também de tecnologia de próteses de cotovelo e joelho, principalmente indicada para casos de Osteoartrose não responsiva a tratamento conservador dessas articulações. Excelente para os clientes da cidade!

Saiba mais sobre os médicos veterinários:

Dr. Sandro Alex Stefanes
Graduação Universidade do Estado de Santa Catarina -UDESC
Mestrado e doutorado em cirurgia veterinária pela UNESP – Jaboticabal
Professor de cirurgia – UPIS-DF
Membro diretor da OTV
ORTOSPINE – LINKVET
www.linkvet.com.br
Ortospine@linkvet.com.br

Dr. Wanderley Severo
Graduação Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro – UFRRJ
Membro diretor da OTV
Clínica Vila Isabel-RJ
www.linkvet.com.br

52 comentários sobre “Displasia Coxofemoral na Flora – A Cirurgia

  1. Olá Erika,
    Moro em Brasilia e tenho uma cachorra SRD, com 07 anos, que tem displsia coxo femural bilateral, pelo que sei, desde que nasceu. Estivemos tratando FILÓ com medicamentos e acupuntura mas o caso dela foi agravado neste ultimo mês.
    Houve um deslocamento do fêmur e a veterinária dela que fazer cirurgia de retirada da cabeça do fêmur. Estou muito preocupada pelos resultados e
    estresse dela. Gostaria que vc me dissesse como está Flora hoje, depois
    de colcocar prótese e como encontro esse veterinário que a atendeu.Obrigada. nara

    • Oi, Nara!
      A Flora está ótima! A cirurgia dela foi um sucesso. Estamos agora observando a outra perna.
      O Dr. Sandro atende na LinkVet (33677272). Marque uma consulta para ouvir a opinião dele, que é especialista em ortopedia animal.
      Espero que a Filó fique bem. É muito triste ver nossos bichinhos sofrendo…
      Qualquer dúvida pode entrar em contato comigo.
      Abraço!
      Erika

      • Erika, lendo seu post me tranquilizei um pouco. A veterinária da minha
        Golden me indicou o Dr. Wanderley para analisar o caso, mas que a já
        aparenta ser cirúrgico.
        Já penso aqui como irei fazer para ter todo o cuidado possível com ela
        e isola-lá para um pós operatório perfeito.

        Como você fez pra deixar ela num espaço de 1 metro quadrado?

        • Oi, Ricardo! Eu fiz um cercadinho afastado do movimento para que ela ficasse quietinha, sem se agitar. Coloquei um colchonete e uma vasilha de água. Espero que corra tudo bem com sua Golden. Dê notícias! Se eu puder ajudar, conte comigo.

  2. Oi Erika…resido no Rio de Janeiro e minha cadela poodle Belinha sofreu uma queda e teve fratura exposta de fêmur…foi operada na emergência de uma clinica por um profissional ortopedista que resultou numa infecção e utilização da técnica errada no momento da cirurgia! Tudo isso aumentou o tempo de recuperação, trouxe sofrimento pra minha cadela e nos obrigou a procurar um outro especialista! Foi assim que encontrei Dr. Wanderley Severo Jr… Foi realizada nova cirurgia, com um trabalho perfeito, recuperação da Belinha excelente, só tenho a agradecer a Deus e ao Dr. Wanderley pela dedicação, competência e carinho com que sempre nos atendeu…

    • Que notícia maravilhosa, Veronica! Isso reforça minha opinião positiva a respeito do trabalho profissional do Dr. Wanderley e a minha impressão de que é uma pessoa ótima também. Ele se dispôs a vir a Brasília para operar a Flora e outros animais. Demonstra amor pelo que faz. Profissionais como ele são um alívio para nós que sofremos ao ver nossos bichinhos sofrendo. Que bom que a Belinha está bem! Vou continuar indicando o Dr. Wanderley! Grande abraço!

  3. Olá Erika, tenho uma Golden de apenas 5 meses que há uma semana começou a claudicar com a perna esquerda. Levei-a a um veterinário aqui da minha cidade e ele está suspeitando de Displasia. Passou anti inflamatório, Condroton e solicitou o Rx. Estou muito muito muito triste, muito muito muito preocupada. Moro e João Pessoa-PB, ñ há profissionais tão bem referenciados e confesso que ñ tenho certeza se tenho como arcar com os valores que devem custar tal procedimento caso ela necessite. Por favor, me passa por email (betaduartes@hotmail.com) o valor da cirurgia e dos tratamentos envolvidos na reabilitação no pós operatório. Ñ tenho idéia de quanto custa e preciso arrumar uma forma de conseguir os valores. Tenho tres filhos e todos nós somos muito apegados a minha Chrystal, estou disposta a tentar de tudo para q minha linda galêga se recupere. Ela veio de um canil bem conceituado, é uma Golden Trip, com laudo negativo de displasia dos pais, mas como sendo uma doença de caráter hereditário e com um gene recessivo, li q isso ñ traz garantias de nada.

    Por favor Erika, me ajuda, estou muito preocupada

    Bjs e obrigada antecipadamente por qualquer orientação.

    Roberta Duarte

    • Erika,
      Temos tb uma golden do Golden Trip com displasia E do lado direito e D do lado esquerdo.
      Ela está hoje com 4 meses e meio. Estamos muito tristes, mas ajudando ela no possível.

      Já fizemos uma consulta com o Dr. Sandro e estamos programando a cirurgia. Ainda não sabemos se vamos fazer a remoção da cabeça do femur ou a protese de quadril. O Dr. Sandro indica a protese, mas há um custo maior tanto da cirurgia quanto da recuperação.
      Ela está tomando apenas o Cosequin DS (remédio importado). Dizem que é melhor que o Condroton, mas bem mais caro.
      Só estamos dando porque conseguimos um amigo que estava vindo dos EUA que está trazendo e porque tb porque compramos pelo Ebay que sai bem mais barato.

      Erika, vc entrou em contato com o Canil?
      Meu email é o davi.carvalho@gmail.com, manda um email pra mim para que possamos trocar informações sobre o ocorrido.
      A sua golden é de que ninhada?

  4. Ola, minha São Bernardo (Yanka) tem displasia bilateral, mas sou de São Paulo, fico feliz que sua menina esteja bem e feliz e espero encontrar aqui, um profissional que faça pela minha Filha o que fizeram pela sua ai….

    Grande Beijo

  5. Olá Erika, você me tranquilizou, meu Labrador o nome dele é Chapolin, ele tem 7 meses e é portador de Displasia nas duas patas traseiras, o Veterinário disse que ou ele opera ou fica sem andar pro resto da vida… Chorei muito. 🙁 e fiquei muito preocupada porque para operar tem que ser uma pata de cada vez, e cada uma é 1.400 reais, total de 2.800 fora medicamento….. estou com medo de perdê-lo… mas lendo essa historia, fiquei um pouco mais tranquila.. Obrigada..

    • Oi, Camilla! Não tenha medo de perder o Chapolin. Tenha coragem para proporcionar a ele uma vida ainda mais feliz! Dê notícias! Abraço!

  6. Boa tarde, tenho meu filhinho Marley um poodle de 4 anos q já é a segunda vez q deixa de andar nas patas de traz com mta dor. O veterinário pediu q o levasse na Dr. Wanderley Severo.Foi constado no rx Hérnia de Disco, msm com restrições de brincadeiras e remédios de uso contínuo ele tem crises quase todos os meses. Não aguento mais vê-lo sofrer.Peguei aqui o tel do Dr. Sandro para tentar encontrar Dr. Wanderley.Vendo aqui os valores tenho dúvida se poderei arcar com uma cirurgia nele. Será q consigo tal cirurgia grátis em alguma faculdade de veterinária ? Tenho medo do futuro sem este tratamento super imprescindível. Nos desejem sorte, estamos precisando.

    • Oi, Sonia!
      O preço que paguei não serve de base, porque cada cão tem uma necessidade diferente, mesmo que seja para o mesmo procedimento. Falei com o Dr. Sandro na semana passada. Há uma nova prótese nacional que eles estão avaliando. As expectativas são boas. Liga para ele, sim. Ele vai te orientar, inclusive a respeito do atendimento nas faculdades. O Marley vai ficar bem!
      Não deixe de dar notícias! Abraço!

  7. Olá Erika,
    Hj em dia, com esse frio que está fzendo em Brasília, vc nota alguma diferença na sua Flora, uma vez que a prótese é de titânio? Minha Cristal está fazendo dieta para passar pelo procedimento, a dela será bilateral. Meu coração está apertado. Tenho medo de rejeição.
    Abraços,
    Thayane

    • Thayane, não notei nada de diferente na Flora. Ela continua querendo brincar o tempo todo! O frio parece não afetar em nada. Não sei em caso de frio extremo. Esse friozinho de Brasília, não.
      A cirurgia da Cristal será bilateral, mas não serão feitos os dois lados ao mesmo tempo, certo? Quando ela se recuperar de um lado fará o outro. Se você for bem cuidadosa na recuperação, vai dar tudo certo. Dependerá muito de você! Portanto, não tenha medo de nada. A Cristal vai ficar bem.
      Abraço,
      Erika

  8. Erika, ao ver a Flora me senti mais segura para decidir o melhor para a Mel.
    Ela é muito parecida com a Flora.
    A cirurgia com o Dr. Wanderley será amanhã.
    Abraços.

  9. Oi Erika!
    Adotei uma cachorrinha de 2 meses (srd) com um probleminha no joelho. Fizemos raio x e pra nossa surpresa o laudo foi displasia severa tanto no lado esquerdo como direito. Vi que a sua só fez de um lado. Queria saber se a cirurgia é mto cara. Sei que tem tempo já, mas preciso ter uma noção pra me organizar, caso ela precise realmente.

    Graças a vc, encontrei o Dr. Wanderley. Muito obrigada!

    • Oi, Daniele! A Flora tinha displasia em ambos os lados, porém só colocou a prótese no quadril direito. Estamos monitorando o esquerdo, mas por enquanto ela está bem.
      A cirurgia ficou cara. Foi usada uma prótese importada. Acredito que agora o custo pode ser menor, porque já há próteses nacionais de boa qualidade. O Dr. Wanderley é a melhor pessoa para te orientar. Espero que ela fique bem! Abraço!

  10. Bom dia Erika, fico mais aliviada em ver sua postagem mas estou um pouco nervosa hoje meu golden faz a cirurgia meu grude, estou com um aperto, mas vi sua postagem me alivio um pouco estou com um pouco de medo do pôs operatório, pois ele e muito arteiro e em minha casa é tudo piso ate o quintal, mas tenho fé em Deus e irá dar tudo certo se Deus quiser!
    sou De Mogi Guaçu -sp

    • Oi, Camila! Que tipo de cirurgia seu Golden vai fazer? Ele também tem displasia?
      Olha, vai dar tudo certo!
      Lembre-se de que o pós operatório é o mais importante. Você precisa fazer com que ele fique quietinho. A melhor forma é deixá-lo confinado em um espaço onde não possa caminhar e não veja pessoas para não ficar agitado; levá-lo para fazer necessidades sempre na guia e sem deixá-lo correr. Cuidado com pisos molhados ou muito lisos para ele não escorregar. A gente fica com pena, mas é necessário para a recuperação dele. Depois me conta como ele está. Abraço! Erika

  11. Boa noite Erika, eu tambem moro em Brasilia e sou o dono de um border collie de aproximadamente 8 meses chamado Boris, que já foi diagnosticado com displasia coxofemoral bilateral. Pelo fato de eu ser estudante e não ter renda fixa, por enquanto estou tratando o Boris com um remedio receitado na clínica veterinária da UnB. Você saberia me responder uma faixa de preço no lugar onde a Flora fez sua cirurgia ? Estou com o pedido da cirurgia à mais de um mês e confesso que não fui atrás disso como poderia ainda por estar com medo da resposta e da possibilidade de ser uma cirurgia de risco e acabar ficando sem o meu peludão tão amado. Me dá uma luz! Obrigado e parabéns pela linda demonstração de amor que você deu para a Flora!

    • Oi, Matheus! Imagino a sua angústia. Olha, não tenho como estimar o valor da cirurgia, mas imagino que hoje ela custe menos que a da Flora, porque naquela época não havia próteses nacionais de boa qualidade, portanto usamos uma prótese importada. Hoje já estão fabricando boas próteses no Brasil. Seria bom você levar o Boris a uma consulta com o Dr. Sandro, que é um excelente ortopedista e vai te orientar. Quem sabe você consegue pagar a cirurgia? Ou, melhor, quem sabe a cirurgia nem seja necessária e ele te apresente outra alternativa? O shock wave, por exemplo, tem sido ótimo para a Flora, que continua com displasia na perna esquerda. Não é invasivo, muito mais em conta… O telefone do Dr. Sandro é: 33677272. Depois me conta o que você conseguiu para melhorar a vida do Boris. Abraço! Erika

      • Como diagnosticado no raio-x, em um dos lados a displasia é bem grave e por isso eu acredito que a cirurgia, em pelo menos um dos lados, seja o único tratamento eficaz. Porém, vou fazer a ligação e marcar uma consulta! Nossos bichinhos nos dão muito amor e o mínimo que devemos fazer é cuidar deles com tudo o que podemos. Trarei notícias!

  12. Olá Erika! Queria só te agradecer por dividir sua experiência conosco! Minha golden de 5 meses apresentou os primeiros sintomas no dia 16/05 e em 20/05 já estávamos visitando o dr Wanderley. Suas experiências foram muito valiosas. A Kiara deverá ser submetida a cirurgia total das duas patas mas precisamos aguardar até ela completar 7 ou 8 meses por conta do crescimento!
    Estamos sofrendo um bocado pois a Kiara foi um cão que compramos para fazer companhia para o outro golden adotado que temos que sofre de hipotireoidismo e é atópico e bastante alérgico. Agora terão de ficar separados! Acho que sou bem azarada! Mas eles, ao contrário têm muita sorte pois faço tudo por eles! Obrigada pelo seu relato! Que você seja coberta de bençãos!

    • Suzana, seus cães têm muita sorte, sim! E você também. É uma benção poder ajudar dois animais maravilhosos e a convivência com eles, doentes ou saudáveis é sempre um presente, você sabe. Lembre-se de que o afastamento da Kiara e seu amigo (como é o nome dele?) será apenas temporário. Logo que ela se recuperar da cirurgia, poderá brincar com ele novamente.
      Fico muito feliz em ter ajudado com minha experiência! Por favor, não deixe de me dar notícias do desenrolar das coisas. Três meses passam rápido e estarei torcendo para que ela fique bem.
      Um grande abraço!
      Erika

  13. Olá Érika!

    Muito bom ler o seu relato. Meu filhote da raça Kuvasz também foi diagnosticado, meu veterinário em MG informou que, para a cirurgia, eu deveria procurar uma veterinária em Belo Horizonte que é referência neste tipo de intervenção, mas ele me informou que para cada lado a cirurgia seria por volta de 6.000 reais, é tudo isso mesmo? Será que no RJ seria mais barato? Fiquei assustada com o valor, mas faço tudo por ele. Fizemos uma cirurgia de denervação (retira a dor por um tempo), mas sei que é algo paliativo. Obrigada!Abraços!Maria Letícia

    • Oi, Maria Letícia! Quando descobri a displasia da Flora essa médica de Belo Horizonte foi indicada. Eu não me lembro do custo da cirurgia com ela porque quando o Dr. Wanderley Severo aceitou vir a Brasília, fiquei aliviada por não ter que me deslocar com ela para BH. Mas ela é referência, sim. Eu imagino que o custo seja mais ou menos esse mesmo. Verifique no Rio e em BH, lembrando que quanto menor o deslocamento melhor. Quem sabe o Dr. Wanderley não vai até a sua cidade??? Agora já estão produzindo boas próteses no Brasil, o que diminui o custo. Seu filhote é de uma raça linda! Espero que fique bem! Não deixe de dar notícias.
      Abraço,
      Erika

      • Olá!

        Tenho um bulldog americano de 6 meses com suspeita de displasia. Já dizemos um primeiro raio x, mas estou em busca de especialistas em BH.

        Você poderia me indicar essa médica em BH para marcar uma consulta?

        Obrigada!

  14. Daniela, também crio buldogues e gostaria de fazer o raio x coxofemural antes de cruzá-lo para evitar esse tipo de sofrimento. Quais são os pais do seu filhote? Estou procurando uma clínica aqui em BH.
    Te respondo assim que encontrar.
    Abraços

  15. Oi tenho um são Bernardo de 6 meses e ele também tem displasia coxofemural,por favor vc pode me passar por email mais ou menos quanto que foi gasto com exames (quais foram eles) e cirurgia,e alem desses quais foram as outras despesas como mo medicamentos???
    Fico aguardando anciosa
    adrianamaffuccipeterson@hotmail.com

  16. Oi Erika, estamos com uma Akita, a Puma, ela tem apenas um ano de idade, e há dois dias vem apresentando dificuldades para caminhar, caminha muito devagar e aparenta estar com muita dor, a Flora teve estes sintomas? São os sintomas de displasia?
    Obrigada.

    • Olá, Isabella!
      Os sintomas da displasia são vários. A Flora rebolava demais! Notei algo errado quando ela começou a parar a brincadeira de pegar a bolinha antes de mim. Ela se deitou na varanda e sua perna tremia muito, quase sacudindo mesmo. Então, no dia seguinte já levei para a veterinária olhar, ela já cantou a pedra, pediu os exames radiológicos e me indicou ortopedistas.
      Eles começam a jogar o peso para as patas dianteiras, mas isso é imperceptível aos donos. Diminuem a brincadeira, ficam muito deitados, rebolam, quando correm jogam as duas patas traseiras ao mesmo tempo, como coelhos. E claro, dificuldade de locomoção é um sintoma. Você precisa levar a Puma para um ortopedista avaliar. Pode ser outra coisa mais simples ou não. De qualquer forma a partir de um diagnóstico é que você vai poder tomar as providências cabíveis.
      Espero que fique tudo bem.
      Mande notícias dela, ok?!
      Beijo,
      Erika

  17. Oi Erika,
    Achei seu blog por acaso e me tranquilizou saber que .minha filhota pode vir a ter uma boa qualidade de vida após a cirurgia.
    Tenho uma dog de Bordeaux de 5 meses que foi diagnosticada com Displasia coxofemoral bilateral em grau avançado… fiquei arrasada e preocupada.
    É duro assistir ela.sem.querer brincar e dormindo o dia todo pq sente dor… Moro em Campinas, interior de SP, vc tem indicação de algum Vet que faça essa cirurgia por aqui? Bj em vc é na Flora

    • Oi, Denise!
      Que pena, sua filhota sofrendo dessa maneira… Descobri a displasia da Flora antes dela parar de brincar.
      Infelizmente não conheço nenhum ortopedista em Campinas. Seja criteriosa nessa seleção, pois o sucesso de uma cirurgia depende inicialmente da competência do médico. Soluções como cortar a cabeça do fêmur de deixar a perna solta que os músculos seguram é a alternativa mais antiga, mais fácil e menos satisfatória para o cão. Não aceite essa opção.
      Dê notícias.
      Beijos,
      Erika e Flora

  18. Olá Erika, boa tarde.
    Assim como todos que aqui passaram, infelizmente passo pelo mesmo problema. Tenho um filhote (6 meses) de border collie e há uma semana descobri que ele está com displasia coxofemoral severa bilateral. Fiquei destruído por dentro. Sua história acalentou um pouco minhas esperanças.
    Já levei ele a um ortopedista aqui em São Paulo mesmo, e ele me deu as opções de denervação, corte de uma parte do fêmur e essa de colocar prótese.
    Infelizmente o ideal é bastante caro. Para ter uma segunda opinião levei para o Hospital Veterinário da Anhembi Morumbi (Universidade). Lá também me deram as opções de denervação e corte do fêmur.
    Minha dúvida é essa.. valeria a pena a denervação e/ou corte do fêmur? Pelo que li aqui, acredito que não, mas gostaria saber sua opinião tb. Estou vendo com o pessoal da universidade se tem possibilidade de prótese e quanto sairia.
    Você poderia me encaminhar por email mais ou menos os gastos que vc teve? Tanto com a operação, quanto com os gastos pós-operatórios (remédios, itens importantes..). Seria de grandissíma ajuda!! (lucas1borba@gmail.com)

    Dá uma pena mesmo ver meu pequeno sem poder fazer o que ele nasceu pra fazer. E fica aqui o alerta para as pessoas AVALIAREM MUITO BEM onde estão comprando ou adotando seus pequenos.

    Beijos e muito obrigado por compartilhar essa experiência conosco. Farei o mesmo em meu blog (ferroeflor.wordpress.com)

    • Oi, Lucas! Obrigada pela mensagem. Olha, já faz 5 anos que a Flora colocou a prótese. Lembro-me de gastamos aproximadamente R$ 7.000,00. Mas o cirurgião veio de fora, a prótese era importada. Agora o Dr. Sandro já está operando aqui em Brasília. A prótese nacional, que era ruim na época, foi aperfeiçoada e agora pode ser utilizada sem medo. Então eu acho que talvez nossas despesas não sejam parâmetro para o momento atual.
      Se você puder pagar pela prótese, é mais aconselhável que a denevarção.
      Dê notícias, por favor! Que tudo dê certo para o seu bichinho ficar bem!
      Abraço, Erika

  19. Oi Érika!

    Meu GOLDEN de 5 anos foi diagnosticado hoje com displasia grau severo nas duas patas…. Estou arrasada….
    Estamos vendo as opções de tratamento e considerando a opção da cirurgia. Com quantos anos a Flora operou? Será q com 5 anos ainda é válido fazer cirugia?
    Como está a Flora hoje? Vida normal?
    Beijos,
    Ju

    • Oi, Juliana!
      A Flora fez a cirurgia com 2 anos. Eu faria no seu Golden, sim, pois ele ainda terá muitos anos pela frente. O que os médicos aqui me disseram é que com 10 anos já não valeria mais a pena.
      Ela não tem mais dores no lado operado. Acontece que ela tem displasia no quadril esquerdo também e provavelmente tem dores, mas em grau muito menor. A gente só percebe que ela ainda rebola um pouco. Com o sucesso da cirurgia, o ortopedista achou melhor acompanhar antes de fazer cirurgia no quadril esquerdo e considerou desnecessário até então.
      O que posso te afirmar com segurança é que ela tem se sustentado e é feliz, leva vida normal por causa da prótese. Não nos arrependemos em nenhum momento. Não pode mais fazer exercícios de alto impacto, mas corre, brinca, é feliz.
      Cada caso é especial. Portanto, espero que você tome a melhor decisão e que seu Golden tenha qualidade de vida.
      Qualquer coisa entre em contato novamente. Estou à disposição, se puder ajudar.

      Abraço,
      Erika

  20. Olá eu gostaria de saber, se não se importa, o valor dessa cirurgia, gente meu dog é um pitbull, ele tem 4 meses, e descobri a pouco tempo, que ele tem displasia, to desesperada, preciso saber o valor, pra podermos ir juntando um dinheiro pra fazer a cirurgia, ele sente dor sabe, é arriscado a cirurgia? Só faz uma vez em cada perna ? E ele irá andar normalmente por toda sua vida? Outra dúvida que eu tenho!! É se é melhor fazer a cirurgia ou ficar sem, só com tratamento?? Por favor, se quiser mandar o valor por email, não ligo, to desesperada, se for muito caro, preciso da resposta urgente pra mim ajudar meu dog, já peguei um amor nele!!! Vou juntar todo meu dindin pra ajuda-lo

    • Oi, Camilla! Primeira coisa, tenha calma para tomar a melhor decisão. Muitos conselhos e soluções simplificadas você pode receber. Estando calma você poderá avaliar a melhor solução e terá menos chance de errar.
      Já faz 5 anos que a Flora colocou a prótese. Lembro-me de gastamos aproximadamente R$ 7.000,00. Mas o cirurgião veio de fora, a prótese era importada.
      Atualmente, o Dr. Sandro já está operando aqui em Brasília. A prótese nacional, que era ruim na época, foi aperfeiçoada e agora pode ser utilizada sem medo. Então eu acho que talvez nossas despesas não sejam parâmetro para o momento atual.
      Acho provável estar mais barato agora, mas não tenho certeza. Faça uma consulta com um bom ortopedista. Só assim você saberá o valor correto para juntar. Quem sabe eles facilitam o pagamento?
      Veja que não são muitos ortopedistas fazendo essa cirurgia no Brasil. É preciso escolher bem, porque é uma coisa delicadíssima!!!
      Dê notícias, tá!?
      Abraço,
      Erika

  21. Oi Erika!

    Tenho uma cachorra de 10 anos(SRD), ela se chama Raika é muito parecida fisicamente com um pastor alemão, ela foi diagnosticada com displasia.
    Moro em São Paulo, já consultei 3 veterinários diferentes, um falou que não adianta mais fazer tratamento e outro até cogitou sacrifica-la, :'(
    E como vi, seu comentário de que a partir de 10 anos não vale mais a pena, fiquei mais angustiada ainda. 🙁
    Estou desesperada, não sei aonde achar um médico especializado em ortopedia, que seja confiável, e excelente.
    Não tenho condições financeiras para pagar o custo que você pagou na cirurgia da Flora. Mas quero fazer o possível por ela.
    Queria saber se você tem conhecimento de algum local que ofereça algum tratamento ou cirurgia com qualidade e com um preço mais acessível ou se conhece algum Doutor para me recomendar daqui de São Paulo?

    Agradeço desde já.

    • Oi, Kathleen! Como está a Raika? Sente muitas dores? Olha, eu não conheço nenhum ortopedista em São Paulo, mas deve haver bons profissionais aí. Vou te passar o contato do Dr. Sandro, ortopedista e neurologista da Flora. Liga pra ele e conversa sobre a Raika. Quem sabe ele pode te dar alguma ideia de tratamento e até indicar algum médico? O telefone é: (61) 991810069.
      A Flora já tem 7 anos e o Dr. Sandro não achou necessária outra cirurgia no quadril esquerdo. Mas ele dói um pouco. Então eu tenho feito Shock Wave nela 1 vez por ano. Dou condroitina e glucosamina e estou fazendo em casa colágeno de pés de galinha pra ela. Dou pra minhas outras pequenas também. Peguei a receita na internet.
      Espero que você consiga proporcionar alguma qualidade de vida para a Raika. Só o seu carinho, o fato de não concordar em sacrificá-la e muito menos abandoná-la já é uma coisa maravilhosa.
      Hoje conheci um Golden Retriever de 15 anos. A dona dele contou que o encontrou abandonado, pesando 18kg (muito pouco), atropelado. Está cuidando dele há 5 anos. Ele tem displasia nos dois quadris. Ela leva ele pra passear em um carrinho gigante. Porque ele não aguenta a volta do passeio. Provavelmente foi abandonado por causa da displasia, da idade… Um horror! Ainda bem que achou uma mãe.
      Por favor, dê notícias da Raika!
      Abraço,
      Erika

  22. Oi Erika,

    Gostaria de te agradecer pela dica do nome do Dr. Wanderley Severo. Moro em Porto Alegre e estamos sendo acompanhados por um excelente ortopedista, mas que ainda não é especialista em cirurgia de prótese de quadril. Tenho um golden mestiço (meu pai fica chateado quando chamo de golden lata hehehe) e ele foi diagnosticado, com 1 ano de idade, com displasia bilateral severa. Fizemos uma colocefalectomia no lado esquerdo (no primeiro momento fomos auxiliados por outro ortopedista que não tinha conhecimento sobre as vantagens da prótese) e esperávamos que com fisioterapia o lado direito não piorasse, mas infelizmente o lado direito apresentou uma piora significativa, por isso a nossa procura por outro método cirúrgico que pudesse ajudar o Duke. Com o relato do caso da Flora começamos a ler muito sobre a técnica de colocação da prótese e entramos em contato com o Dr. Wanderley que fará a cirurgia aqui em Porto Alegre e nos ajudará com o Duke. Infelizmente o Duke tem um “quadril ruim” então o risco de luxação é maior, mas estamos otimistas e seremos muito cautelosos com a recuperação dele para que tudo dê certo!
    É muito importante quando conseguimos acompanhar e conhecer pessoas que estão passando ou passaram pela mesma situação com seus cães e ainda mais motivador quando ficamos sabendo de casos bem sucedidos e que nos dão esperança, como o caso da Flora.

    Fazemos tudo por nosso grandes amigos caninos!
    O teu relato sobre a Flora foi muito importante para nos ajudar. Mais uma vez te agradeço muito por isso!

    • Boa noite Erika!
      Em relação à cirurgia do lado esquerdo, como foi a recuperação?
      Como está hoje?
      O veterinário indicou o mesmo procedimento p minha filhotinha!
      Agradeço suas informações!

      • Oi, Fabiane!
        A cirurgia da Flora foi só do lado direito. A displasia do lado esquerdo estamos controlando com outros recursos como shock wave, suplementos e fortalecimento muscular.
        A cirurgia foi a melhor coisa que fizemos, pois ela hoje tem 8 anos e teve uma excelente qualidade de vida, que não teria sido possível sem a prótese.
        Sucesso para a sua filhotinha!
        Estou à disposição para esclarecer mais dúvidas. 🙂

  23. Olá Erika tudo bem ?

    Tenho um golden de 5 anos com displasia que já passou por uma cirurgia chamada cavilha.
    Essa cirurgia falhou, rompendo as amarrações e fios de nilon.

    Gostaria de mais informações sobre essa cirurgia com a prótese. Sou de SP e por aqui nao encontro nenhum ortopedista que faça a cirurgia . Ja soube de alguns no RJ mas cobrando valores absurdos entre 16 e 20 mil reais.

    Aguardo contato.
    Obrigado novamente.

    • Oi, Vitor! Vou te passar o contato do Dr. Sandro, em Brasília. Ele poderá te orientar melhor e, quem sabe te indicar um profissional em SP. Espero que seu golden fique bem! A gente se acaba ao vê-los sofrendo, não é mesmo?
      Dr.Sandro: 61 991810069.
      Abraço,
      Erika

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*