Cooking Class with Nonna Ciana

LePietreVive_2013-08-31_06h53m28

As aulas de culinária acontecem  na Fattoria Le Pietre Vive, onde estávamos hospedados. Quando chegamos de Siena, tivemos um tempinho para um cochilo antes da aula que começou às 16h.

Na hora H, o Eduardo não queria acordar de jeito nenhum. Como ele não ia fazer a aula, só fotografar, deixei ele dormindo e fui sozinha. Já estavam me esperando…

Lá estavam outros dois casais, aprendizes como eu,  Tiffany e Stewart, dos Estados Unidos…

2013-08-30_19h09m46s

… Petra e Henk da Holanda…

2013-08-30_19h10m50

… a Nonna Ciana, professora…

2013-08-30_20h11m44

… e a Valéria, sua tradutora de Italiano/Inglês.

2013-08-30_20h12m04

Eu acabei tendo mais facilidade em entender o Italiano, já que meu inglês é bem básico e o italiano, afinal, se parece um pouco com a nossa língua.

A Nonna explicou tudo o que iríamos aprender: 3 tipos de brusquetas para a entrada; tagliatelle e um molho especial para o primeiro prato; escalopes de frango para o segundo prato. A sobremesa já estava pronta e era surpresa. Xii… Ela não falou do nhoque…

2013-08-30_17h48m46

Abusada que sou, perguntei por ele,  pois é o prato preferido do Eduardo e eu tinha que aprender a fazer nhoque na Itália. Então, a Nonna explicou que não costuma ensinar o nhoque no verão, porque deve-se usar batatas velhas, que contêm pouca água em sua polpa. São mais difíceis de encontrar no verão. Murchei!

De qualquer forma, eu amo massa e aprender o tagliatelle também fazia parte dos meus planos.

Antes de colocar a mão na massa, brindamos com um belo vinho do Castello delle Quattro Torra.

2013-08-30_18h05m40

A Nonna ensinou o tempo do preparo de cada coisa, de modo que todas as coisas fiquem prontas ao mesmo tempo.

2013-08-30_18h01m38

Isso parecia impossível para mim. Outra coisa que achei incrível: ao servir o jantar, toda a área, a louça e os utensílios utilizados no preparo já estavam limpos.

2013-08-30_18h24m06

 Tudo uma questão de organização! Vou treinar!

2013-08-30_18h44m04

A aula foi muito divertida ! Nós rimos muito, vibrávamos com as novidades e trocávamos ideias a respeito do país de cada um, a culinária local, etc.

2013-08-30_18h03m06

O avental do Henk fez um tremendo sucesso!

2013-08-30_17h59m54

O Eduardo acordou a tempo de fazer algumas fotos.

2013-08-30_19h11m26

Enfim, jantamos num clima super animado como quem está no meio de velhos amigos. Uau! Tudo estava divino!

2013-08-30_20h20m38

E fui “eu que fiz”, gente! Isso foi demais!

2013-08-30_19h47m242013-08-30_19h08m02 2013-08-30_19h13m06 2013-08-30_20h25m06

No final, veio a sobremesa: Cantucci com Vin Santo, uma sobremesa tradicional na Toscana que se espalhou pela Itália. O cantucci é um biscoito bem durinho, feito com amêndoas. O Vin Santo é um vinho branco de sobremesa, centenário, produzido na Toscana, especialmente, com as uvas Grechetto, Trebbiano e Malvasia. Dizem que os italianos costumam servi-lo aos seus convidados como símbolo da amizade duradoura e abençoada. Deve-se servir Vin Santo fresco (em torno de 12º) em um cálice, mergulhar nele o cantucci…

2013-08-30_20h47m16

… e depois de algum “blá, blá, blá”…

2013-08-30_20h47m30

… saboreá-lo mais macio!!

2013-08-30_20h48m00

Então, deve-se repetir a operação até o Vin Santo do cálice acabar. Bom demais!

Foi um dia muito diferente!  A aula durou mais de 5 horas e a gente nem viu o tempo passar. Em breve vou postar as receitas que aprendemos nos mínimos detalhes!

Então louvei eu a alegria, porquanto para o homem nada há melhor debaixo do sol do que comer, beber e alegrar-se; porque isso o acompanhará no seu trabalho nos dias da sua vida que Deus lhe dá debaixo do sol.  

Eclesiastes 8:15

Veja mais fotos da aula de culinária aqui:

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*