Como nossas férias acabaram em pizza

Encontro cicloturismoA gente queria fazer uma viagem de bicicleta pela Europa. A Via Claudia Augusta, antiga estrada imperial romana, que sai da Alemanha, passa pela Áustria, Suíça e termina na Itália,  era o nosso maior desejo. No entanto, depois da experiência de fazer o Vale Europeu, em Santa Catarina, levando, aproximadamente, 15 kg na bicicleta, eu tinha medo de carregar tanta bagagem novamente… Queria uma viagem com carro de apoio. Várias ideias em pauta, nada definido.  Surgiu uma viagem para Israel e Turquia. Meus pais e alguns amigos estavam animados e eu já pensava em largar a viagem de cicloturismo e embarcar nessa. Foi quando chegou a notícia do 1º Encontro Internacional de Cicloturismo Brasil Itália. Não seria preciso carregar bagagem alguma na bicicleta! Nossos olhos brilharam! E não havia mais dúvidas. Iríamos para a Itália!

O encontro seria de 07 a 14 de setembro de 2013, no entanto, ir à Europa passar uma semana somente não é possível, porque a passagem, caríssima, tem que ser bem aproveitada. Então nos programamos para passar 23 dias lá.

Nosso roteiro foi para visitar Roma (onde nosso voo de ida terminaria), Toscana (nosso sonho) e Riccione, na Emilia Romagna (local do Encontro de Cicloturismo). E assim foi!

mapa_tur_italia

Nós preferimos evitar verão e inverno por duas razões: calor ou frio extremos; alta temporada, o que significa muita gente se atropelando, altos preços, pior atendimento. O período de nossa viagem, 24 de agosto a 18 de setembro, cairia no final do verão italiano. Por isso tratei de fazer as reservas e hotéis antecipadamente. Consultei o TripAdvisor e consegui preços melhores que se tivesse deixado para depois.

Uma coisa que eu não queria deixar de experimentar na vida era um longo voo em classe executiva ou primeira classe. Como tínhamos acumulado muitas milhas pelo longo período sem usá-las, conseguimos a classe executiva! Para nós, é uma grande coisa, sim, assalariados que somos! Ibéria na ida, British Airways na volta.

A gente encontra muitas dicas na Internet. Há muitos blogs e alguns blogueiros fazem registros muito minuciosos e organizados. O Eduardo também comprou alguns livros sobre Itália e Toscana e nossos amigos, Patrícia e Gerson, que foram à Toscana alguns meses antes de nós, emprestaram-nos este livro que é muito interessante. A versão impressa dele está esgotada, mas o autor o disponibilizou em formato digital. Clique na imagem para ver o blog e pegar as dicas.

Desse modo, pudemos escolher os lugares e as atrações que gostaríamos de conhecer, elaboramos roteiros para cada lugar por onde passaríamos e embarcamos animados e convictos de que a primeira coisa que comeríamos na Itália seria uma bela pizza…

Nada existe de tão difícil que não seja vencível.
Gaius Julius Caesar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*