Bonsai Tuia Jacaré

Bonsai Tuia Jacaré 14/04/2011

A Tuia Jacaré já estava com 03 anos quando chegou aqui, no dia 02/02/2011. Foi adquirido no site O Bonsai, num Kit Mudas. Veio em um vaso plástico, sem nenhuma forma.

Tuia Jacaré 07/03/2011 como chegou pelo correio

No Curso de Bonsai ministrado a mim por Jô Ribeiro, no dia 07/03/2011, trabalhamos o Jacaré. Fizemos a poda de raiz, o transplante para o vaso “definitivo” e a poda da copa. Ficou assim:

Jacaré – Foto 08/03/2011(2x14cm)

Continue lendo

Bonsai Acer Kaede

Bonsai Ácer Kaedê em 22/02/2011

 

Compramos esse Acer da Jô Ribeiro, bonsaísta de Brasília no dia 12/01/2011. Segundo ela, o bonsai já estava com 09 anos.

Nome: Acer buergerianum (A. trifidium)
Estilo: Sekijoju  – Raiz sobre pedra

CUIDADOS COM O BONSAI ACER

Características: É uma caducifólia. Significa que perderá as folhas por um período. Também conhecido como Bordo, é uma arvore que cresce, naturalmente, na posição vertical e tolera bem a poda, o solo seco e a poluição do ar. Por estas razões, é utilizado em muitas cidades de todo o mundo como “árvore de rua”, e são as mesmas características que a tornam também excelente para bonsai. A Acer buergerianum formosanum  é uma subespécie atraente, que atinge menos altura, mas desenvolve uma folhagem densa. Uma variedade de cultivo invulgar para bonsai é a Acer buergerianum “Mino  Yatsubusa”, uma forma anã com folhas espessas e brilhantes que, no Outono, parecem envernizadas de escarlate e cor de laranja. O Acer ginnala, ou bordo, é uma alternativa para regiões frias, já que as raízes são mais resistentes aos danos provocados pelo frio intenso. Continue lendo

Vaquinha e outras pragas

Outro dia fui a um viveiro para observar algumas plantas e ter idéias para as minhas experiências com bonsai. O proprietário estava muito aborrecido, preparando o viveiro para aplicação de um inseticida, pois muitos exemplares ali estavam sendo comidos pela vaquinha, uma praga comum em diversas espécies de plantas.

Os tipos de vaquinha variam de acordo com a região do Brasil. Em geral, bonitos e coloridos, se parecem besourinhos. Picam as plantas para a sucção da seiva e injetam substâncias infectantes, deixando nos locais perfurados manchas escuras. Continue lendo